Terça-feira, 5 de Janeiro de 2010

Mãos à obra (2010)

Início de ano, novas intenções

depois do balanço, projecções

ano para novas metas alcançar

mãos à obra que já se faz tarde

enquanto o estímulo 'inda arde

para o entusiasmo não s'apagar

 

Entremos desde logo em acção

lapiseiras em riste e inspiração

libertem esses génios criadores

vamos dar poemas ao ano novo

emitir na poesia a voz do povo

sendo escrutinados p'los leitores

 

Façamos odes aos sentimentos

alegremos pelos padecimentos

pintemos com letras as alegrias

criemos mundos da nossa lavra

dando uma vida a cada palavra

exultemos pelas nossas poesias

 

tags:
publicado por manu às 22:00
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Breizh da Viken a 5 de Janeiro de 2010 às 22:41
Vamos a isso companheiro...
Mãos à obra
para escrever belos textos
e arrasar com a poesia


beijos
De manu a 6 de Janeiro de 2010 às 02:10
Olá Poetamorrente! Sempre a poetizar! Beijos
De Mírtilo MR a 8 de Janeiro de 2010 às 18:25
Manu:

Bom poema, que vem a talhe de foice neste princípio de ano, que, como em todos, consideramos qual possível viveiro em que vamos lançar ou tentar lançar sementes de esperanças que possam florescer ao longo deste novo ano, mas que quase sempre, ano após ano, frutificam muito pouco, porque as condições do nosso tempo (tempo de relógio e tempo de disposição) são muitas vezes pouco favoráveis, além de que há também toda a teia em que nos ligamos aos outros, que também nos pode tolher movimentos e vontades.
Mas haja neste novo ano de novo esperanças, que pelo menos a esperança não morra para sempre ...

Um abraço.
Mírtilo
De manu a 9 de Janeiro de 2010 às 13:00
Amigo Mírtilo! É certo e sabido que todos os inícios de ano a esperança se renova e depois caímos na realidade da vida. Mas mesmo assim devemos mantê-la e procurar não a perder, independente das forças opositoras e desmotivadoras que encontramos no dia a dia. Um abraço de eperança.

Comentar post

.mais sobre mim

.contador

Counter Stats
gold coast link
gold coast link Couter

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários

.geocounter