Sexta-feira, 24 de Outubro de 2008

TU ÉS (2008)

És o sol que, o meu caminho, ilumina

és a lua da minha noite de insónia

és a estrela que o meu céu domina

és azáfama na minha parcimónia

 

És tudo no meu contínuo nada

és muito para quem tem tão pouco

és vitória numa alma derrotada

és sanidade de um corpo louco

 

És a verdade da minha mentira

és a coragem que falta ao meu medo

és a ofensiva de quem se retira

és o regresso do meu degredo

 

És onda em manso mar

és corrente contra maré

és ódio quando quero amar

és descrença quando tenho fé

 

És calor nas noites mais frias

és chuva em areias do deserto

pedia-te que viesses, tu partias

ficaste longe quando te queria perto

 

sinto-me:
publicado por manu às 20:29
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.contador

Counter Stats
gold coast link
gold coast link Couter

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários

.geocounter