Domingo, 14 de Fevereiro de 2010

Ser poeta

Ser poeta é ser em tudo diferente

analisar todas as situação do mundo

falar das feridas e tocar bem fundo

sem se preocupar em ser eloquente

nem fazer caso das palavras alheias

viver sempre das suas próprias ideias

e lutar com todas as forças que sente

 

Ser poeta é ser único perante iguais

mostrando em verso a sua criatividade

singular e cheia de individualidade

sem perder o gosto de alcançar mais

porque apenas o céu pode ser o limite

a um verdadeiro poeta tudo se permite

porque os poetas nunca serão normais

 

Ser poeta é ter uma energia sem fim

é ser-se incansável buscando perfeição

é escrever, dando bom uso à inspiração

porque o poeta só pode ser feliz assim

não há prémio que o possa envaidecer

nem saudade que o consiga entristecer

o poeta é jardineiro, a poesia é o jardim

 

Nem todos podem ser como os poetas

ter, na alma, tatuada a marca dos eleitos

e ser eternamente recordado pelos feitos

proezas heróicas que se queriam discretas

actos e palavras que ficam na história

pedaços de todos nós, poetas são memória

enciclopédias de mil fantasias concretas

 

Os poetas nunca são bons nem são maus

são simplesmente óptimos pensadores

sofrem pela poesia e sentem-lhe as dores

como se fossem agredidos com paus

isto digo eu que sou simples aprendiz

e que nesta condição consigo ser feliz

para ser poeta faltam-me alguns degraus

 

Este poema faz parte do meu primeiro livro de poesia "AMADOR DO VERSO" e foi lido pela minha querida amiga ROSAFOGO durante a sessão de lançamento

tags:
publicado por manu às 09:56
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De Breizh da Viken a 14 de Fevereiro de 2010 às 14:20
Hallo amigo...

Mais um momento que não irei esquecer!

Momentos de descontracção...
rimos
Boa disposição

Um beijo grande para ti
De manu a 14 de Fevereiro de 2010 às 19:23
Olá Poetamorrente! Foi um fim de tarde bem agradável com muito boa disposição. Obrigado por teres comparecido. Beijos
De rosafogo a 15 de Fevereiro de 2010 às 00:28
Estive tão feliz como se o acontecimento fosse meu.
Nunca pensei ter coragem de ler, queria muito ter lido
melhor mas estava um pouco nervosa, no entanto
fi-lo com o maior gosto e sempre vou lembrar.
Foi uma tarde muito agradável, me sensibilizei também com o carinho que demonstrou p'la sua mãe, é bom
que assim seja, e o reconhecimento e amor nunca são
demasiados para quem nos deu a Vida e nos acarinhou.

Correu tudo muito bem, já li o prefácio, que orgulho ter uma amiga assim como a Ausenda, achei muito bom.

O seu amigo Paulo descontraídissimo, simpático,
valeu também p'la boa disposição.
Está de parabéns, aguardemos novidades.

Então e fotos?

abraço
da rosafogo
De manu a 15 de Fevereiro de 2010 às 01:53
Olá Rosafogo! Realmente correu bem. Foi um ambiente bem descontraído com direito a muita gargalhada. Devo dizer que gostei muito da forma como leu o meu poema, foi uma experiência nova para mim. Fotos só no fim da próxima semana. Obrigado pela presença neste momento tão importante para mim. Abraço.
De Simbologia do aMoR a 15 de Fevereiro de 2010 às 14:02
Que lindo poema Manu!
Ser poeta é tudo isso!


Parabéns! Só pena eu não poder estar presente. Mas estive em pensamento.

Abraço grande.
De manu a 15 de Fevereiro de 2010 às 17:26
Olá Vera! O livro ficou muito bonito de facto. E o ambiente foi fantástico. A distância evitou que muitos mais estivessem presentes mas os que foram deram o tempo por bem passado. Abraço.
De poetaporkedeusker a 23 de Fevereiro de 2010 às 12:13
Já deixei email na cx de correio, Manu!
Obrigada do fundo do coração! Há séculos que não dava um pulinho até cá...
Abraço GDE!
De manu a 23 de Fevereiro de 2010 às 19:14
Olá Poetisa! O tempo também tem escasseado por estes lados. Este meu momento de realização pessoal também se deve aos comentários motivadores que sempre me deu. O agradecimento é meu pela força transmitida. Abraço grande
De poetaporkedeusker a 24 de Fevereiro de 2010 às 16:49
... ainda não tenho o dente arranjado e limitei-me a dizer o que sentia...
Abraço GDE!
De manu a 24 de Fevereiro de 2010 às 19:05
Olá poetisa! De si utra coisa não se esperava. Abraço.

Comentar post

.mais sobre mim

.contador

Counter Stats
gold coast link
gold coast link Couter

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários

.geocounter