Segunda-feira, 15 de Fevereiro de 2010

Recomeço (2010)

E porque esta vida não pode parar

volta-se ao início para recomeçar

volta-se novamente à estaca zero

o que escrevi abdicou de ser meu

com os outros poetas já aconteceu

e ser como os poetas é o que quero

 

Uma etapa findou, outra já aí vem

é o ciclo da vida que cada um tem

o difícil já foi, por mim, alcançado

agora, é outra a responsabilidade

reclama-se de mim a continuidade

e poesia como a que tenho criado

 

Já não sou estranho a este mundo

existe um conhecimento profundo

daquilo que sou, do que posso dar

já não passo, no mundo, indiferente

apesar de ser como toda esta gente

que procura, ao Sol, ter o seu lugar

 

O melhor é esquecer o que alcancei

fazer o que gosto, o melhor que sei

tudo o resto virá de forma natural

continuar a ser eu é o que prometo

ao envaidecimento não me remeto

serei amador do verso até ao final

 

 

tags:
publicado por manu às 19:17
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Utopia das Palavras a 16 de Fevereiro de 2010 às 19:39
É extraordinário como não te deixas invadir pela névoa da abstracção. É isso mesmo amigo, continua no teu caminho, assente na realidade nua e no querer dos sonhos, levando sempre nos braços toda a mais-valia que a vida te vai dando!
Quem te leu ao inicio deste blog e quem te lê...quanto amadurecimento!!!!

Beijo MAIOR
De manu a 16 de Fevereiro de 2010 às 22:39
Olá Ausenda! WOW. Isso tudo...? Olha amiga, hoje não estou muito inspirado, bem pelo contrário, acho que estou a chocar uma. E só vim aqui para agradecer as tuas palavras sempre cheias de simpatia.
BEIJO GRANDE
De Simbologia do aMoR a 19 de Fevereiro de 2010 às 23:21
Olá Manu

Estarei sempre atenta ao teu recomeço.

Abraço

Vera
De manu a 20 de Fevereiro de 2010 às 02:17
Olá Vera! Obrigado pelo acompanhamento. Abraço.
De Helena Paula Aveiro a 20 de Fevereiro de 2010 às 23:18
Siceramente?
A mim parece-me que és mesmo... POETA!
Já eu por mais que tente... não consigo escrever assim!
Beijinhos
De manu a 21 de Fevereiro de 2010 às 00:01
Olá Helena! Obrigado pelas palavras simpáticas. Escrevo os meus poemas de modo quase espontâneo mas não me peçam para escrever receitas deliciosas como fazes. Já diz o ditado "cada galo no seu poleiro" Beijos

Comentar post

.mais sobre mim

.contador

Counter Stats
gold coast link
gold coast link Couter

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários

.geocounter