Domingo, 28 de Março de 2010

Nosso fado (2010)

Numa sala cheia de fumo e gente

quando o silêncio a nós se agarra

ouve-se o trinar de uma guitarra

ouve-se a voz do fado comovente

 

Numa cadência certa e imponente

o fadista clama poesia com garra

a viola acompanha-o nesta farra

fado! Qual dos dois mais o sente

 

Cantiga boémia, bem portuguesa

bandeira de uma nação tamanha

pátria da melancolia, da saudade

 

Cantiga triste mas cheia de beleza

voz de um povo que a vida amanha

nosso fado, filho da portugalidade

 

tags:
publicado por manu às 12:04
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De Breizh da Viken a 28 de Março de 2010 às 14:56
Olá Emanuel,

Faz parte da nossa alma Lusitana,faz parte da nossa cultura!

Gostei... até me revi num desses lugares onde se cheira e se entranha o fado!

bjs
De manu a 28 de Março de 2010 às 17:26
Olá Breizh! Na maior parte do tempo esquecemos o velho refrão: "O que é nacional é bom".
Beijos
De poetaporkedeusker a 29 de Março de 2010 às 14:54
Já me sinto envergonhada
Por esta tão longa ausência
Mas, se estiver perdoada,
Vale a pena a penitência...

Andamos desencontrados
Nesta tarefa sem fim...
Somos os tais "agarrados"
Como as flores no seu jardim...

Bem empregues, no entanto,
São as horas que gastamos
À procura desse encanto
Que aos poemas dedicamos!

Abraço GDE!
De manu a 30 de Março de 2010 às 02:42
Que surpresa agradável
num momento improvável
eu hoje vim aqui encontrar
a surpresa vinda do nada
lembrando a desgarrada
que sempre hei-de lembrar

É bom senti-la saudável
com verso fácil e fiável
boa disposição para durar
pergunta se está perdoada
a resposta é a esperada
nada tenho para perdoar

De modo simples, implacável
nós explicamos o inexplicável
este amor, esta forma de amar
uma paixão em nós enraizada
que sentimos pela versalhada
urgente como o próprio respirar

Abraço.

De Jackx a 30 de Março de 2010 às 16:11
Olá

Obrigado pelo comentário. Vou colocar mais um conto a curto prazo.

Um abraço
De manu a 31 de Março de 2010 às 01:59
Olá Jackx! Fico à espera. Abraço.
De Utopia das Palavras a 2 de Abril de 2010 às 15:09
Somos do fado, da dor e da trama
Rufia, do gemido do ar maltez
Somos um povo que o fado ama
É este o nosso jeito de ser portugûes!

Feliz Páscoa meu amigo!

Beijo MAIOR
De manu a 3 de Abril de 2010 às 02:41
Olá Ausenda!

Somos ar, mar e terra
brisa, maré e vulcão
do que o fado encerra
somos nós o embrião

BEIJO GRANDE
De Simbologia do aMoR a 7 de Abril de 2010 às 18:38
OI Emmanuel

Tive oportunidade de ganhar um CD de fado declamado por Euclides Cavaco. Achei muito lindo, mas também melancólico.


Abraço.

Vera
De manu a 8 de Abril de 2010 às 08:44
Olá Vera! O fado é muito abrangente e nem só de tristeza e saudade se fazem os poemas do fado. No fado também se encontra a alegria, a festa, até mesmo a zombaria. Só não dá é para dançar. Abraço.

Comentar post

.mais sobre mim

.contador

Counter Stats
gold coast link
gold coast link Couter

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários

.geocounter