Domingo, 16 de Novembro de 2008

Merbaha Ayshe (2008)

               Português

 

Merbaha! Hello! Olá!

benvinda Ayshe, amiga turca

benvinda sejas por cá

com ou sem burca

 

Não sei qual a tua religião

isso não me interessa

mas sei qual é a tua região

é Bursa, embora não conheça

 

Estivemos juntos mais de uma hora

a jogar jogos de dominó

até que tive de vir embora

e deixei-te ficar só

 

Para ti é este poema

escrevi mal te deixei

apenas a lingua foi problema

porque turco eu não sei

 

Minha nova amiga, adeus

foi bom eu te conhecer

recebe estes beijos meus

é o meu jeito de te agradecer

 

                      INGLÊS

 

Merbaha! Hello! Olá!

welcome Ayshe, Turkish friend

you're welcome here

with or without a burca

 

I don't know what's your religion

this doesn't interests me

but i know what´s your region

is Bursa, although i don't knowledge

 

We were together more than an hour

playing games of dominoes

until i had to came away

and i left you alone

 

For you is this poem

wrote bad i left you

only the language was a problem

because i don't know Turkish

 

My new friend, goodbye

it was very good to meet you

receive this kisses from me

it's my way to thank you

 

Gule gule Ayshe

 

 

sinto-me: universal
publicado por manu às 16:30
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Velucia a 16 de Novembro de 2008 às 18:04
Boa maneira de agradecer a uma amiga um encontro.

De manu a 16 de Novembro de 2008 às 19:14
Olá Vera! É incrível como a internet possibilita este tipo de contactos entre povos tão distantes no espaço. Conheci Ayshe quando jogava domino online e apesar da diferença linguística conseguimos comunicar e entender um ao outro. O fraco inglês dela foi o suficiente para trocarmos algumas ideias. Espero que ela tenha entendido a minha mensagem quando lhe disse que iria escrever um poema para ela no meu blog. Não sei é se a minha tradução está fiel ao texto; há muito que não escrevia em inglês. Tenho tentado colocar um tradutor nos meus blogs mas não tenho tido sucesso. Um destes dias volto a dedicar um poema para você, aí não vai ser necessário um tradutor. EHEH. Tenho visitado o seu espaço e fico contente com o retorno do seu desafio. Um abraço.
De Velucia a 17 de Novembro de 2008 às 01:42
Oi Manulo
Sabe que tenho um contato na alemanha?
Estava fazendo uma pesquisa sobre Georg Groddeck, pois acabei descobrindo uma sociedade Groddeckiana. Entrei em contato. Sabe como? Não sei nem inglês, nem alemão, mas usei o tradutor google on line. Adivinha? Tive resposta e já nos comunicamos outras vezes e até já contactei um professor psicanalista daqui mesmo de meu país, que ele o alemão passou as informações. Resultado...
Recebi os artigos escritos de Groddeck por este professor, além de um livro que ainda vou adquirir, chama-se "Isso é Groddeck".
Porque disse tudo isto?
Porque o meu desafio tem a ver com dois médicos da área psicanalítica Groddeck e Costardi.

Obrigada pela sua contribuição lá no meu blog.

Um abraço.
De manu a 17 de Novembro de 2008 às 02:41
Olá Vera! A amizade não tem fronteiras.
De Utopia das Palavras a 17 de Novembro de 2008 às 14:51
Amigos são peças de ouro
São para todas as ocasiões
São na vida um tesouro
Nun baú de emoções!

beijo
De manu a 17 de Novembro de 2008 às 22:40
Entre amigos não há fronteiras
não há obstáculos, pena ou dó
um amigo tem opiniões verdadeiras
com amigos nunca se está só

Obrigado pela bonita quadra e pela visita. Beijo
De poetaporkedeusker a 17 de Novembro de 2008 às 17:35
Que bela maneira de comemorar um encontro!
Gule gule ... será: -até sempre?
Gule gule, Manu.
De manu a 17 de Novembro de 2008 às 22:52
Merbaha Poetisa! Pelo que me foi explicado gule gule é um género de "até breve". Acho que os turcos não se importaram se interpretarmos com "até sempre". Posto isto, gule gule poetisa.
De poetaporkedeusker a 17 de Novembro de 2008 às 23:54
Gule gule, Manu!

Comentar post

.mais sobre mim

.contador

Counter Stats
gold coast link
gold coast link Couter

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários

.geocounter