Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008

Obrigado (2008)

Uma voz que não conheço

frases ditas e não escutadas

elogios que não mereço

por poesias divulgadas

 

Não é modéstia da minha parte

mas tenho orgulho em ler

comentários à minha arte

incentivos p'ra não me deter

 

continuo, pois, com a escrita

prometo não mais parar

agradeço o feedback

 

em talento alguém acredita

por amor vou continuar

até já, I'll be back

 

OBRIGADO a todos os que têm comentado os meus textos. As vossas palavras são um tónico importante.

 

 

sinto-me: agradecido
publicado por manu às 22:33
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008

De ti (2008)

No teu olhar cândido, sereno

eu me perdi e me encontrei

juro por tudo que já não sei

o que é grande ou pequeno

 

No teu sorriso contagiante

eu logo fiquei preso, cativo

e não encontro um motivo

p'ró que é fútil ou importante

 

Dos teus lábios aducicados

saem mil beijos, rebuçados

que são como mel nos meus

 

Do teu belo corpo de pecado

sai uma ordem, um recado

é a mais pura das leis de Deus 

 

sinto-me: bem
publicado por manu às 22:17
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008

Sonhos (2008)

Sonha-se a dormir

Coisas de pecado

Impossíveis de impedir

Depois anda-se cismado

 

Por que os temos?

Sonhos, o que são?

Como os resolvemos?

Aqui fica a questão

 

Depois de sonhos audazes

Com feitos intrigantes

Como somos capazes

De viver como antes?

 

É o sonho consciência?

É o sonho honestidade?

Sonha-se indecência

Sonha-se clandestinidade

 

É o sonho afirmação

Do que queremos fazer?

Fica esta interrogação

Para quem souber responder

 

sinto-me: intrigado com um sonho
publicado por manu às 21:36
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

Volta p'ro mundo (2004)

Por que é que quando estás frustrado

sem hesitar, pões a culpa em alguém?

quando da culpa somente tu és culpado

é tua...só tua... e de mais ninguém

 

Por que escondes nessa concha, a tua mente?

Por que não mostras o que realmente és?

Por que não olhas o mundo de frente?

Por que nos olhas a todos de viés?

 

Por que razão ao mundo tu te fechas?

Por que te refugias nessa cúpula de aço?

Qual a verdadeira razão das tuas queixas?

Por que impedes a entrada no teu espaço?

 

Que ganhas tu com essa insana atitude?

Que mal atroz te fez a humanidade?

Por que não ages de modo que tudo mude?

Por que não me respondes com sinceridade?

 

Não serás tu aquele que mais erra?

Não te estarás tu próprio a enganar?

Liberta-te dessa vida que te enterra

Aceita este conselho e volta a respirar

 

sinto-me: desconfiado
publicado por manu às 19:54
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Outubro de 2008

Pai (2008)

Meu pai que estás no céu e cedo perdi

fez agora 31 anos que me deixaste

lembro-me bem do último dia que te vi

sei ainda melhor porque me abandonaste

 

Até na hora da morte foste altruísta

pensaste na vida que não nos podias dar

pensaste nos teus filhos, não foste egoísta

deste-nos outra oportunidade de triunfar

 

O teu legado foi escasso, quase nada

de ti, com muito pouco eu fiquei

a tua vida demasiado cedo ceifada

não te deu tempo p'ra mais, isso eu sei

 

Mas não te acuso ou culpo pelo que sou

acho que te ias orgulhar de mim

não sou rico, mas o pior já passou

fomos miseráveis, mas isso teve um fim

 

Deixaste-me uma herança mais preciosa

que todo o ouro que pudesses deixar

deixaste-me duas irmãs e uma mãe orgulhosa

por sozinha três filhos pequenos educar

 

Hoje, mais velho que tu quando morreste

tenho um nome que era o teu e do avô

perdoa-me, mas o nome que me cedeste

vai ficar por aqui, a saga Lomelino acabou

 

 

sinto-me: com saudades de ti PAI
publicado por manu às 21:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Pintar (2008)

Nada percebo de pintura

mas gosto de apreciar

há quem saiba pintar

e pinte com lisura

 

Seja a lápis ou carvão

pastel ou aguarela

assim trabalha a tela

quem nela tem mão

 

Pinta luz, dá-lhe brilho

pinta sombra com leveza

no atelier, o pintor

 

Pinta um rumo, um trilho

pinta alegria e tristeza

saudade, paixão e amor

 

dedicado a poetaporkedeusker pela sua galeria de pintura

 

sinto-me: contente por poetaporkedeusker
publicado por manu às 20:29
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Domingo, 26 de Outubro de 2008

Meu nome (2008)

Meu nome é Deus connosco

abreviado, sou Emanuel

estarei sempre convosco

amigo, leal e fiel

 

Um nome todos temos

que nos foi dado por alguém

acharam que o merecemos

como merecemos pai e mãe

 

Todo o nome tem significado

mais ou menos pragmático

no nosso ser fica marcado

é o seu valor dogmático

 

Quer se goste ou não

pelo nome somos conhecidos

com ou sem comunhão

temos de estar agradecidos

 

A minha mãe e a meu pai

o meu nome agradeço

é uma marca que não sai

e acho que a mereço

 

Este poema surgiu após uma conversa com velucia, a quem o dedico

 

sinto-me: convosco
tags:
publicado por manu às 20:54
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

.mais sobre mim

.contador

Counter Stats
gold coast link
gold coast link Couter

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários

.geocounter