Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2009

O grande amor da vida (2009)

Poderemos nós saber se já encontrámos

o grande amor na nossa efémera vida

se o incógnito futuro não deslumbrámos

e ainda não saímos do ponto de partida?

 

Poderemos nós saber se já encontrámos

a nossa alma gémea há muito desejada?

Será que basta saber que nos apaixonámos

e pensar em absolutamente mais nada?

 

Que evidências nos podem confirmar

que a paixão é absoluta sem alternativas?

Qual é o sentimento mais revelador?

 

Que provas temos que possam justificar

uma paixão assim tão eterna e definitiva

o aparecimento desse derradeiro amor?

 

tags:
publicado por manu às 21:10
link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De luabranca81 a 5 de Fevereiro de 2009 às 21:50
Querido manu

Não sei quando nem onde
Mas sei que no meu âmago
Algo vou sentir de diferente
Quando chegar esse momento.

Quando se procura não se acha...
Ditado bem verdadeiro.
O amor chega para todos apenas temos de ter o espirito aberto para o receber.

Beijos.
Catarina.
De manu a 5 de Fevereiro de 2009 às 22:53
Olá Catarina!

Ele aparece sempre de rompante
surge sem esperarmos, avassalador
estar de coração aberto é importante
para se receber esse grande amor

Este poema surgiu depois de um comentário feito no meu outro blog. Espero que quando encontrares o amor da tua vida não o deixes escapar por entre os dedos como eu fiz. Obrigado pelo carinho do teu comentário. Beijos
De MBeirão a 5 de Fevereiro de 2009 às 23:43
O grande amor da nossa vida
Talvez seja o do momento,
Mas também se transforma em ferida
Esalta do coração para o pensamento

Há amor passageiro,
Outro mais duradouro,
Mas não há como o primeiro,
Esse sim vale ouro!!!

As provas não as temos, vamos tirando é elações de todos aqueles amores que vão pintando a nossa vida!!!

Hasta siempre companheiro!!!




De manu a 6 de Fevereiro de 2009 às 20:48
Amigo Miguel!

O grande amor é único e inimitável
sente-se tudo de modo diferente
o primeiro amor é sempre inevitável
é uma lembrança que fica com a gente

Abraço.
De poetaporkedeusker a 6 de Fevereiro de 2009 às 11:54
Eu, se calhar, sou um desses casos simples de um único amor. Manteve-se durante quase 25 anos.
Abraço.
De manu a 6 de Fevereiro de 2009 às 20:54
Olá poetisa!

Há quem o procure e encontre bem cedo
e desfrute integralmente esse grande amor
outros não o reconhecem, vivem com medo
quando dão conta já é tarde, sobra a dor

Abraço.
De Utopia das Palavras a 6 de Fevereiro de 2009 às 21:22
Falar de amor...
É um silêncio que fica
É experimentar a dor
Alar o coração
Voltar...
Olhar...
E dentro de nós
o silêncio...
ou não...!

Manu, as palavras hoje saiem-me assim...!

Beijos
De manu a 7 de Fevereiro de 2009 às 12:12
Olá Ausenda!

Falar de amor
pode ser fácil
pode ser difícil
depende do momento
afinal de contas
amor é sentimento

Beijos
De Thereza a 7 de Fevereiro de 2009 às 21:36
Adorei o seu soneto, maravilhoso, escreve muito bem! Parabéns
De manu a 8 de Fevereiro de 2009 às 11:22
Olá Thereza! Bem-vinda a estes espaços de poesia. Obrigado pelo seu comentário e palavras simpaticas. Espero que volte mais vezes e comente. Abraço.
De rosafogo a 13 de Fevereiro de 2009 às 00:05
Lindo poema sobre o amor!
Amor que dói sempre que incendeia
Que nos põe a alma escura
E surge o vazio que se odeia!
Mas o amor não tem tamanho, nem medida
Talvez seja até loucura
Mas sem Amor, não há Vida!.

Parabéns pelo sbons momentos
De manu a 13 de Fevereiro de 2009 às 01:26
Olá Rosafogo!

O amor pode ser perfeição
um novo alento na vida
é medicina para o coração
é caminho para a alma perdida

Obrigado pelas palavras simpáticas. Abraço.
De rosafogo a 13 de Fevereiro de 2009 às 00:09
Parabéns, e obrigado pelos bons momentos que nos
proporciona com tão belas palavras.
Até breve
Um abraço
De manu a 13 de Fevereiro de 2009 às 01:30
Olá Rosafogo!

Quão diferente é o grande amor
de todos os outros, tão fugazes
sentimos com muito mais fervor
e de pensar ficamos incapazes

Abraço.

Comentar post

.mais sobre mim

.contador

Counter Stats
gold coast link
gold coast link Couter

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários

.geocounter