Terça-feira, 3 de Março de 2009

Poesia em greve

Ontem, depois de colocar o poema "Filha dos mares", e como sempre faço, fui vasculhar os blogs dos meus amigos e todo o ânimo que tinha se desvaneceu com a leitura de um post. Devido a circunstâncias alheias à sua vontade, a minha amiga poetaporkedeusker vê-se impedida de continuar a presentear-nos, não só com a sua poesia, mas também com a sua presença amiga na blogosfera. Esta notícia chocou-me a mim e a todos os que tem o privilégio de ser considerados seus amigos. Espero sinceramente que esta situação se resolva o mais rapidamente possível e que esta despedida seja apenas um até já. Em sinal de solidariedade com a minha amiga poetisa este meu blog estará em greve poética. Até ao final desta semana não colocarei nenhum texto meu. Ainda considerei a hipótese de não postar absolutamente nada, mas por consideração a todos os meus amigos e amigas que quase diariamente me visitam e comentam não o poderia fazer. Assim sendo, durante esta semana colocarei neste blog alguns poemas de canções que, no meu julgamento, possam homenagear a minha amiga POETAPORKEDEUSKER. Todos os vossos comentários terão obviamente resposta mas não com as quadras habituais. Os outros dois blogs estarão em silêncio total.

 

Tombe la neige

Tu ne viendras pas ce soir

Tombe la neige

Et mon coeur s'habille de noir

Ce soyeux cortège

Tout en larmes blanches

L'oiseau sur la branche

Pleure le sortilège

 

Tu ne viendras pas ce soir

Me crie mon désespoir

Mais tombe la neige

Impassible manège

 

Tombe la neige

Tu ne viendras pas ce soir

Tombe la neige

Tout est blanc de désespoir

Triste certitude

Le froid et l'absence

Cet odieux silence

Blanche solitude

 

Tu ne viendras pas ce soir

Me crie mon désespoir

Mais tombe la neige

Impassible manège

 

SALVATORE ADAMO - TOMBE LA NEIGE

 

publicado por manu às 18:17
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De rosafogo a 3 de Março de 2009 às 19:15
Esta é linda e triste, do tempo em que eu estava no auge da vida, trabalhava nesta altura nos CTT do aeroporto, e quando ele , Adamo veio a Lisboa foi o dia do juízo por lá.
Tal como o Manu, também fiquei sem ãnimo com o que se passou com a amiga Maria João, parece que me
falta qualquer coisa, também não consigo levar nada por diante.
Será que não se pode fazer nada?

Um abraço
De manu a 3 de Março de 2009 às 19:37
Olá Rosafogo! Apesar de só a conhecer há quase cinco meses, acho que tão rápido ela não vai aceitar a ajuda de ninguém. Vai querer resolver a situação do seu modo sem interferências. Pode ser que lá mais para a frente possamos fazer algo. O desaparecimento da Lupa também só veio complicar as coisas. A poetisa tem um amor muito grande pelos seus animais e também está a sofrer um pouco com essa perda. Neste momento resta-nos esperar. Abraço.
De Breizh da Viken a 3 de Março de 2009 às 21:56
Sem palavras.... pela poetaporkedeusker...

Uma chanson française que j'aime beaucoup...
Tombe la neige...
Há tantas outras... Ne me quitte pas de Brel acho que ficaria muito bem aqui...devido à situação...
outra seria...le chant des partisans...e tantas outras...
De manu a 3 de Março de 2009 às 22:07
Jean-François Michael - Adieu jolie Candy
Joel Dassin - Ça va pas changer le monde
................tantas.......tantas......

Pode ser que coloque mais alguma que te agrade. A poetaporkedeusker é uma grande amiga ( mesmo que virtualmente falando) e tenho por ela um carinho muito especial por ter sido a minha primeira amizade blogueira e estar sempre disponivel com muito humor e boa disposição. Beijos.
De Breizh da Viken a 3 de Março de 2009 às 22:10
A pouco e pouco tenho-me apercebido dessa amizade...
Sabes só há muito pouco tempo é que ando por aqui nestas andanças...devo dizer que sempre muito desconfiada...mas começo a aperceber-me de sentimentos nobres tais como a amizade, dedicação, etc...

De manu a 3 de Março de 2009 às 22:13
Eu faço amanhã cinco meses de bloguice e acho que tenho dado provas de ser uma pessoa bem verdadeira. Já senti na pele essa tua desconfiança, mas não vou desistir enquanto não mudar a tua opinião.
De manu a 3 de Março de 2009 às 22:23
De Utopia das Palavras a 3 de Março de 2009 às 23:08
Manu
Sobre a tua atitude só tenho que te louvar amigo, uma grande lição de altruísmo.Resta-me deixar a minha solidariedade,

(são solitárias as travessias dos desertos da nossa alma, mas por vezes temos necessidade de as fazer)

Quanto à musica, venha ela, vou pontuar de 0 a 5.
Adoro musica francesa, os acordeons fascinam-me Edit Piaf e Jacques Brel para mim são deuses,!

Para esta 3 pontos (nada mau para o começo).

Jinho grande

De manu a 3 de Março de 2009 às 23:45
Olá Ausenda! A amizade não é só palavras bonitas, é também acção. A poetisa neste momento recusa ajudas por isso só me resta fazer algo que demonstre a minha total solidariedade e o grau de carinho que tenho por ela. E em situações semelhantes faria o mesmo por cada um de vocês que tanto carinho e incentivo me têm dado ao longo dos meus quase cinco meses de blogosfera. Beijo grande amiga.
De Simbologia do aMoR a 4 de Março de 2009 às 03:27
Oi Manulo
Tal como diz, a Maria recusa ajuda, no entanto o livro dela foi lançado. Resta-nos divulgar este livro solicitando que àqueles que gostam de ler poesias adquiram o livro dela. Pode ser uma ajuda. Alguém no blog dela deu esta sugestão, além das obras dela que estarão à venda. Como estou iniciando no blog, tenho poucos amigos, poderia começar divulgando o livro e solicitando que comprem.Hoje fiquei muito triste com um comentário que li no poetaporkedeusker fazendo críticas à ela como mendicância , no entanto fui eu a causadora disso.Não importo mais com o que dizem, mas respondi da melhor maneira que encontrei. Veja lá no post creio eu das caravelas, se não me falhe a memória.
Um abraço.
De manu a 4 de Março de 2009 às 21:17
Olá amiga! Antes de lhe responder estive a ler os comentários de que falou e só me ocorre dizer uma coisa. Essa pessoa, que pelo discurso parece conhecer a poetisa ( quase que diria pessoalmente), não passa de um(a) idiota cobarde e sem escrúpulos, que devia ter vergonha de dizer o que disse, ainda para mais escondido no anónimato. Só alguém com maldade no corpo poderia fazer uma coisa destas a uma pessoa como a poetisa. No post de hoje faço referência ao livro apesar de já o ter feito no outro blog, logo no dia do lançamento. Sempre é uma ajuda, tendo em conta que a poetisa tem recusado todas as ajudas. Abraço.

Comentar post

.mais sobre mim

.contador

Counter Stats
gold coast link
gold coast link Couter

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários

.geocounter