Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

Não há... (2009)

Não há poeta no universo

que escreva um só verso

sem o sentir de verdade

cada um escreve o que sente

um poeta nunca mente

nem tem essa necessidade

 

Nunca houve poesia atroz

só poetas com a sua voz

a clamar meros sentimentos

os poetas são a razão

mesmo vivendo em turbilhão

e sofrendo vários tormentos

 

Nunca existiram poetas felizes

todos cometeram deslizes

não há um que seja puro

os poetas são diferentes

boémios, sóbrios, indigentes

do mais douto ao mais obscuro

 

Não há poetas neste mundo

que falem do seu "EU" profundo

sem ponta de nostalgia

os poetas são milagre

com palavras de vinagre

mas sem poetas não há poesia

 

tags:
publicado por manu às 19:57
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De Breizh da Viken a 28 de Maio de 2009 às 20:35
Olá Emanuel,
Desculpa-me ...mas acho que um poeta também tem a capacidade de se alhear e imaginar um outro "eu" e resultar outros personagens, outros poemas, outros trabalhos....


bjs

De manu a 28 de Maio de 2009 às 20:47
Olá Breizh! Mas, seja qual for o registo do poeta, há sempre um pouco desse poeta na poesia que faz. Como seria monótono este mundo sem divergência de opiniões. Ainda bem que a minha poesia não sofre de unanimidade. Beijos
De Mírtilo MR a 28 de Maio de 2009 às 22:54
Amigo Manu:
Bom poema o «Não há ...» e com muito de verdade, ou total verdade. Agradecido pela visita ao meu «im»blogue e por o «Não há ...» ter sido inspirado (inspirado é demasiado, acho eu ...) no texto introdutório ao meu poema «Dor».


Um poeta escreve o que sente,
e ainda que não, não mente,
pois noutro eu se transfigura
e passa deste a exprimir
o que este anda a sentir,
mesmo até à sepultura.


Um abraço.
Mírtilo
De manu a 29 de Maio de 2009 às 17:30
Amigo Mírtilo!

Escreve o poeta pela sua mão
o que a sua boa alma lhe dita
e só assim o poeta acredita
que poesia não é só inspiração
também tem a sua verdade
a poesia sai em liberdade
a bendita liberdade de expressão

Abraço.
De Mírtilo MR a 29 de Maio de 2009 às 11:06
(Continuação do comentário anterior.)


E ainda que exagere ou minta
nas palavras que em verso pinta,
não mente nem exagera
no que dentro de si sente,
por isso um poeta não mente,
sua alma é sempre vera.


De novo um abraço, Manu.
Mírtilo
De manu a 29 de Maio de 2009 às 17:33
Amigo Mírtilo!

O poeta escreve sem mentir
mesmo numa história inventada
porque poesia é tudo sendo nada
são palavras que está a sentir
são palavras apenas verdadeiras
sem meias verdades, verdades inteiras
que sempre nos fazem reflectir

Abraço.
De Utopia das Palavras a 29 de Maio de 2009 às 18:04
Um corpo de poeta é sofredor
Pare, vomita, inconcilia a mente
Com a poesia faz amor
Odeia, perdoa, as palavras que sente!

Manu...é tanto!!!

Beijo Maior
De manu a 29 de Maio de 2009 às 19:11
Olá Ausenda!

O poeta é um corpo inteiro
é sentido e também sente
por isso ele é verdadeiro
e na poesia nunca mente

Beijo Grande
De rosafogo a 29 de Maio de 2009 às 23:49
O Poeta canta a alegria e o pranto
Canta o belo a cada instante
lembra a saudade em seu canto
Da chuva, sol e da lua é amante.
Canta e sente!
A primavera e as flores
E tem sempre presente
Que também ela trás amores.


Bom fim de semana
Um abraço
De manu a 30 de Maio de 2009 às 17:51
Olá rosafogo! Obrigado pelos seus constantes incentivos que muito me honram. Continue com a sua poesia que é belíssima. Abraço.

Comentar post

.mais sobre mim

.contador

Counter Stats
gold coast link
gold coast link Couter

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários

.geocounter