Quinta-feira, 9 de Julho de 2009

Poeta Nexense (2009)

Existes como homem e poeta

de rima fácil e sempre certa

poetizas o sentir do teu povo

tocas as feridas da sociedade

fazes poemas com seriedade

és poeta, nada digo de novo

 

Já fomos cúmplices na poesia

eu falei da minha freguesia

e da tua, só tu o podias fazer

discursámos a uma só voz

poesia conjunta, fomos nós

iniciativa que me deu prazer

 

Falei da minha terra, Camarate

de Santa Bárbara fizeste arte

tu poeta, foste como um irmão

sugeriste esta nossa parceria

fui abençoado, mais não podia

e ansiava repetir a situação

 

Agora calaste os teus poemas

conjecturo, tens teus dilemas

contra isso, nada posso fazer

diz-me que não é este o fim

só uma pausa, digamos assim

e mais poesia tua, eu vou ler

 

Seja como for digo, meu amigo

podes sempre contar comigo

para o que precisares, na hora

vou estar por aqui, deste lado

dá noticias e fica descansado

a nossa amizade ainda vigora

 

 

tags:
publicado por manu às 21:07
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Triskel a 9 de Julho de 2009 às 22:33
Olá Emanuel,
Bonito poema,
Um gesto digno de alguém que só pode ser um lindo Ser Humano!

Um bem haja!

Beijo poético
Breizh
De manu a 10 de Julho de 2009 às 21:05
Olá Triskel! Os amigos fazem sempre falta. Beijos
De Mírtilo MR a 9 de Julho de 2009 às 22:37

Dois poetas de passada parceria,
unidos por arte e amor à poesia,
de Faro um, Santa Bárbara de Nexe,
de Camarate o outro e aqui presente,
diz este àquele a saudade que sente
da mútua amizade que ainda mexe.

Um abraço, Manu.
Mírtilo
De manu a 10 de Julho de 2009 às 21:12
Amigo Mírtilo!

Aqui encontrei amigos de verdade
por quem nunca poderei desistir
expresso assim todo o meu sentir
e revelo toda a minha saudade
pelos amigos devemos lutar
as amizades são para durar
neste caso existe cumplicidade

Abraço forte.
De luabranca81 a 10 de Julho de 2009 às 14:42
Ola manu

O miguel vai voltar de certeza pq n consegue ficar sem escrever mas de vez em quando faz isto.
Ainda n descobri o que foi mas acho que vai passar.

Beijos
De manu a 10 de Julho de 2009 às 21:14
Olá Catarina! Espero que tenhas razão no que dizes, afinal, tanto tu como a Ausenda conhecem o Miguel bem melhor que eu. Beijo grande.
De MBeirão a 11 de Julho de 2009 às 01:14
Amigo e cúmplice Manu
Amante da arte da poesia
Se toda a gente fosse como tu
O Balada da Liberdade não morria!

Mas infelizmente há pessoas e pessoas... e utopias!

Deixo-te aqui o meu mail para se alguma vez quiseres voltar a escrever em conjunto comigo, para mim seria uma honra, e estou sempre aberto. Mas no meu blog não escrevo mais.

macb_76@hotmail.com

A amizade continua!

Miguel Beirão
De manu a 11 de Julho de 2009 às 19:09
Amigo Miguel!

Apenas posso deixar um pedido
não cales a voz da contestação
espero que o desejo seja atendido
mesmo que seja forte a tua razão

Com toda a certeza novas parcerias surgirão. A voz do poetas nunca se cala.
Abraço grande amigo.

Comentar post

.mais sobre mim

.contador

Counter Stats
gold coast link
gold coast link Couter

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários

.geocounter