Domingo, 15 de Novembro de 2009

O fim (2009)

Soa o alarme, ouvem-se as trombetas

agora são exactas as ideias obsoletas

ferve o mundo num frenético reboliço

soldados em paz limpam as escopetas

nos bastidores aglomeram-se silhuetas

alerta! O planeta sofre de um enguiço

 

A mãe natureza já sofreu em demasia

transmitiu todos os avisos que podia

mas o homem recusou o compromisso

dificilmente vislumbraremos melhoria

e agora espera-nos um fim em agonia

a humanidade pagará bem caro por isso

 

tags:
publicado por manu às 16:00
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Utopia das Palavras a 18 de Novembro de 2009 às 16:38
O Homem a si próprio se destroi
Ganância cega e sem medida
Do tão pouco que constroi
Fica a humanidade esquecida!

Para reflectir...sempre! Gostei do ritmo da poesia!

Beijo Maior

De manu a 18 de Novembro de 2009 às 22:54
Olá Ausenda!

Por cada árvore abatida
esvai-se o ar desta vida
mas o homem nada faz
quando não houver saída
com a natureza já perdida
então o homem se satisfaz

É uma caracteristica humana dar mais importância ao fútil do que ao essencial. Beijo Grande.



Comentar post

.mais sobre mim

.contador

Counter Stats
gold coast link
gold coast link Couter

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários

.geocounter