Terça-feira, 4 de Agosto de 2009

Escrever prosa (2009)

Escrevo apenas pelo prazer que me dá

muitas das vezes não passa de blá blá blá

algo me vem à cabeça e ponho por escrito

rabisco prosas romanceadas ou poesias

mas não há disponibilidade todos os dias

e nem sempre saem as palavras que medito

 

Sinto-me melhor a escrever meus poemas

a prosa é mais difícil, cheia de problemas

que me dão dores de cabeça, então paro

os personagens têm a sua individualidade

mesmo ficcionais todos têm personalidade

com as suas imposições eu me deparo

 

Quem fantasia sabe como iniciar a prosa

o principio de uma história é cor de rosa

só depois surgem as grandes dificuldades

os enredos logo tomam conta do romance

a acção foge de nós, fica fora de alcance

e a meio da história é só contrariedades

 

Escrever um romance exige continuidade

ter tempo nas mãos para além de vontade

só assim se pode pensar nas saídas possíveis

há uns episódios mais fáceis de desenvolver

mas, outros há, que nos dão muito que fazer

e as soluções que ocorrem não são credíveis

 

tags:
publicado por manu às 19:17
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Segunda-feira, 3 de Agosto de 2009

Bem-vindo poeta (2009)

É bom estar de bem com a vida

sentir que a vivemos bem vivida

e desfrutar pedaços de felicidade

é uma alegria enorme, incontida

quando uma mensagem é sentida

e nos devolve uma bela amizade

 

Radiante ficou este meu coração

ao ver regressar o Miguel Beirão

com o nosso "Balada da liberdade"

muitos foram os que sentiram falta

bem-vindo amigo ao seio da malta

sentimos a tua ausência de verdade

 

Tens dentro de ti poesia entranhada

com rima feroz e bem assanhada

repleta de engenho e boa qualidade

bem-vindo sejas amigo entre nós

melindrou-nos o silêncio da tua voz

entranhou-se uma imensa saudade

 

Todos sabemos como és um amigo

e que podemos sempre contar contigo

para recitares a nossa expressividade

impacientes estamos pelo momento

de ler novamente o teu enorme talento

e usufruir da tua excelsa criatividade

 

tags:
publicado por manu às 20:24
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Domingo, 2 de Agosto de 2009

Exercício III (2009)

Quando as tropas de Junot chegam a Alpiarça

o capitão Villepin junta-as na praça

e com seu vozeirão feroz não disfarça

o quanto odeia os portugueses: - Que raça!

Nas ruas não há vivalma nem sinal da populaça

- Onde se meteu este povo? Onde anda a gentaça?

Seus olhos de águia estancaram numa vidraça

onde se afilavam os rostos da mulheraça.

Villepin dirigiu-se ao casebre de argamassa

vislumbrou uma bela e encantadora louraça

e na sua voz de trovão perguntou: - Que se passa?

Ao seu sotaque carregado, a moça achou graça

e respondeu afoita: - Nada digo, faça o que faça!

O capitão enfurecido fez-lhe um gesto de ameaça

ela não se intimida: - A nossa vida já é uma desgraça!

Villepin admira a coragem da menina "olhos de garça"

e pede-lhe gentilmente um pouco de pão, ela dá uma carcaça

- É tudo o que temos para dar, a comida é escassa!

Mas Villepin é um homem avisado e vê a fumaça

ouve o crepitar da lareira e cheira a carne que assa

e sorrindo diz: - Ma cherie, eu não tolero trapaça!

Ele sente que a moça desarma: - Não há por aí vinhaça?

Ela sorri e responde: - Só se vós beberdes pela cabaça!

Nesse instante ouviu-se um grito, tremenda arruaça

Villepin vê um soldado atrás de uma moça descalça

como um predador atrás de uma presa que caça

depressa a alcança e com seus fortes braços a enlaça

a moça tenta livrar-se do soldado de farta bigodaça

mas este depressa é ajudado por um comparsa

a menina de Villepin murmura: - Vai haver desgraça!

E grita para o capitão francês: - Acabe com esta farsa!

- Quoi? - pergunta Villepin quase enfeitiçado: - Ah ça!

E grita para os soldados com a sua voz que trespassa

agradecida, a moça loira serve-lhe vinho numa taça.

 

tags:
publicado por manu às 10:59
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Sábado, 1 de Agosto de 2009

Entre o sono e o sonho (2009)

Pegando na frase do poeta Pessoa

alguém teve uma ideia mesmo boa

e decidiu dar voz aos poetas calados

assim se juntaram diferentes poetas

em comum, abraçar algumas metas

mostrar ao mundo como são dotados

 

Li os versos dos poetas da blogosfera

alguns futuros ilustres da nossa era?

a esta pergunta, o tempo responderá

sinto que há valores que despontam

a alguns já há dedos que os apontam

quem sabe se alguém assim editará

 

Vivemos no país dos poetas de rua

nas noites quentes recita-se à lua

todos procuram a rima mais perfeita

há quem escreva poemas para cantar

outros que, a poesia, irão reinventar

desconhecendo qual a melhor receita

 

Então que venham esses poetas novos

que são a alegria de todos os povos

e nos rostos colocam sorriso risonho

venham esses poemas de puro sentir

que nos dão esperança para persistir

venham mais "Entre o sono e o sonho"

 

tags:
publicado por manu às 18:19
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

.mais sobre mim

.contador

Counter Stats
gold coast link
gold coast link Couter

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds