Domingo, 8 de Fevereiro de 2009

SOU III (2009)

A maior parte do tempo sou ponderado

mas tenho momentos de impulsividade

não sei como explicar esta dualidade

mas asseguro que já tenho ensaiado

 

situações que me alteram por completo

mantendo esta coerência sou outro eu

em diversas vezes que já me aconteceu

não identifiquei um só motivo concreto

 

actuo de acordo com as circunstâncias

sou apenas e só eu em plena consciência

minhas motivações são de ordem variada

 

sou juiz e júri em demasiadas instâncias

tento manter a mesma linha, consistência

sem que com isso tenha a mente fechada

 

tags:
publicado por manu às 15:07
link do post | comentar | favorito
24 comentários:
De Maria João Brito de Sousa a 8 de Fevereiro de 2009 às 15:52
:) Também já me aconteceu, Manu... felizmente é só muito de quando em quando e só por motivos que, naquele momento, me pareceram de evidente injustiça.
Abraço.
De manu a 8 de Fevereiro de 2009 às 17:53
Olá poetisa!

São consequência de vários factores
estas reacções por vezes inesperadas
são alterações esporádicas de humor
por todos nós muitas vezes vivenciadas

Abraço.
De Maria João Brito de Sousa a 8 de Fevereiro de 2009 às 20:31
Por vezes encontro poemas escritos em papéis. Poemas - muitos! - que não cheguei a publicar. Quando os leio sei imediatamente qual era o meu estado de espírito nesse momento. São muito transparentes os meus sonetos... e os outros poemas também.
Há poemas que nos nascem de uma notícia lida, de uma conversa, da contemplação de um simples objecto, etc.
Abraço grande.
De manu a 8 de Fevereiro de 2009 às 21:03
Olá poetisa!

Há sempre um momento, altura
que algo nos desperta a mente
pode ser uma simples leitura
ou uma conversa inteligente

tendo perto canetas e papeis
logo alguma coisa pode surgir
porque as palavras são fieis
o que sentimos sabem exprimir

basta um motivo para escrever
seja piada ou um assunto sério
o momento é que nos comanda

sentindo o que se está a viver
e nunca fazendo disso mistério
a escrita é célere e nunca branda

Abraço.
De Maria João Brito de Sousa a 8 de Fevereiro de 2009 às 21:39
É verdade meu amigo!
Basta uma palavra ouvir
Basta um gesto ou um artigo
Pr `ó poema nos surgir

E, por vezes, um olhar,
Um encontro ocasional
Vem-nos logo despertar
A poesia total...

Quantos versos eu não fiz
Por causa de uma amizade!
Espontaneísmo feliz,
É, connosco, uma verdade.

Abraço.
De manu a 8 de Fevereiro de 2009 às 21:49
São momentos de quase insanidade
a nossa escrita surge bem frenética
faz-se o devido uso da criatividade
de uma forma em tudo energética

escrevemos com ou sem intuição
pomos no papel ideias concretas
podendo ou não ter alguma razão
fazemos poesias erradas e certas

são sempre as nossas verdades
o nosso modo de ver este mundo
cada um tem a sua própria vivência

damos expressão às liberdades
falamos com o saber profundo
cada um tem a sua experiência

Abraço.
De Maria João Brito de Sousa a 8 de Fevereiro de 2009 às 22:02
Somos Novos Trovadores
Desta Era Digital!
Entre Servos e Senhores
Para nós é tudo igual!

Poeta é sempre bemvindo
No espaço em que navegamos!
Vamos indo, vamos indo,
Somos nossos próprios amos!

Repentistas (pois então!)
Porque é esta a nossa sina!
Cantamos a dimensão
Da nossa alma menina!

Vivemos fora do Espaço...
Fora do Tempo, também.
Recebemos, num abraço,
Todo aquele que vem por bem!

:)

De manu a 8 de Fevereiro de 2009 às 22:10
Assim se forjam amizades
aqui na distância espacial
criam-se algumas afinidades
o que até é algo natural

trocam-se ideias originais
outras já bem conhecidas
sem se usar os manuais
ou palavras pré-concebidas

somos fruto de uma paixão
ancestral como a escrita
só faz isto de coração
quem na poesia acredita


Comentar post

.mais sobre mim

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds