Domingo, 19 de Abril de 2009

AUSENDA HILÁRIO

Com força de humana vontade

soltas a tua voz, gritas ao mundo

tu, ó diva da poesia em liberdade

declamadora de um sentir profundo

 

Passas a tua mensagem pessoal

fazes uso da lua, ventos e marés

apesar desta plataforma virtual

conheço-te, sei bem como tu és

 

Num tempo sem moral ou valores

as tuas palavras são nova esperança

motes simples mas moralizadores

são o teu legado, a tua herança

 

Não só de corpo e alma tu és mulher

da tua condição deves estar orgulhosa

de peito aberto, para o que der e vier

tu és bem mais, és uma pessoa fabulosa

 

Nestes momentos de física fraqueza

em que o desgaste de mim se apodera

é reconfortante sentir e ter esta certeza

ainda existe no mundo amizade sincera

 

A separar-nos temos apenas o espaço

somos seres reais na virtualidade

abdico de tudo mas nunca me desfaço

da poesia, do teu carinho e amizade

 

Esculpiste o teu nome no meu peito

a letras de ouro, chamaste a atenção

são amizades como a tua que aceito

e guardo bem fundo neste meu coração

 

Posso ser um homem com defeitos e carências ( nunca os escondi) mas sinto-me abençoado por ter os amigos que tenho. A tua amizade incondicional é um aspecto que só me engrandece. Como a amizade não se agradece, apenas se sente, venho deste modo dizer publicamente o carinho que tenho por ti e como te adoro por seres a mulher fantástica que és mas acima de tudo quero que o mundo saiba quão maravilhosa és como ser humano. Sou um privilegiado por te ter conhecido. Obrigado por existires.

 

 

tags:
publicado por manu às 09:23
link do post | comentar | favorito
12 comentários:
De rosafogo a 19 de Abril de 2009 às 13:33
O Mundo necessitava de ter mais seres humanos assim como estes amigos.

Nem sei bem se consigo
Dizer dos dois, qual gosto mais!
Se é dela que é uma flor?!
Ou dele, que é um amigo.
Para mim são iguais!
Um é Grande, outro Maior.

Dois beijinhos grandes para os dois, sinto-me feliz por
ser vossa amiga , sinto-me feliz de verdade.
De manu a 19 de Abril de 2009 às 18:09
Olá rosafogo! Que maior riqueza pode um homem ter para além da amizade?!! É reconfortante ter amigos assim. Beijo grande.
De Utopia das Palavras a 19 de Abril de 2009 às 16:48
As minhas palavras agora voaram
Queria agarrá-las para te dar
Mas por certo com as tuas se emocionaram
Agora não sei como as devo encontrar!

Manu...muito sinceramente, podia dizer-te tanta coisa, mas não consigo! E como a amizade não se agradece, obrigada pelo poema!

Beijo maior
De manu a 19 de Abril de 2009 às 18:14
Olá Ausenda!

Deixando o egoísmo de lado
e fazendo uso da liberdade
grito ao mundo "Sou abençoado"
liga-nos esta linda amizade

O que digo e escrevo é o que penso e sinto. Beijo grande.
De Simbologia do aMoR a 19 de Abril de 2009 às 23:43
OLá Manulo

Bela homenagem!
Abraço e boa semana.
De manu a 20 de Abril de 2009 às 19:45
Olá amiga! Eu aqui homenageo a amizade enquanto você renasceu no amor. Já li seus textos "Eternamente" e seguindo as pistas encontrei outro "Eternamente". Força amiga, siga seu coração. Estarei aqui para a apoiar. Abraço.
De Simbologia do aMoR a 21 de Abril de 2009 às 20:11
OI Alex

Voltei e para perguntar-lhe onde viu outro "Eternamente". Sabes pq pergunto?
Porque no ano passado escrevi um poema chamado "Éter-nidade" e um amigo colocou-o em uma página muito bonita, é pena que não tenho comigo, pois irira postá-lo. E dias vi um "Reflexos de Eternidade", não sei bem quais! E também outro "Por A..."
Agora este que viu, sinceramente eu não vi. Onde está?
Bjinhos.
De manu a 21 de Abril de 2009 às 20:26
Olá amiga! Espero que esse lapso do nome seja isso mesmo... um lapso. F.S (você o tem adicioado) 16 abril. Abraço.
De Simbologia do aMoR a 21 de Abril de 2009 às 22:20
Fez-me rir.

Não entendi o significado de "16 de abril". Acho que sou parva. Só entendi o "S.F" Mas acho que está enganado!
Isto é um jogo que já resultou até em "assassinato".
E agora em outro assassinato, mas de outra forma.
Acho que minha intuição anda errada.
Este renascer foi para alguém muito diferente e que há há algum tempo anda fugido, creio que por medo, talvez não acreditou no que eu disse e eu também nunca acreditei nele! Por isso eu falo em meus poemas tanto sobre a verdade. Jurou tanto uma verdade e agora não quer mostrar a verdade dele(a)? Ou... morreu! Mas não teria a coragem de "assassinar-me".

Espero que entenda e agradeço pelo apoio.
De manu a 22 de Abril de 2009 às 18:14
Olá amiga! É bom encontrar você bem disposta. E esse pormenor de você estar postando de Albufeira...
Com o bom tempo que vai começar você não volta a casa tão cedo. Abraço.
De Simbologia do aMoR a 22 de Abril de 2009 às 20:05
Volto sim, mas só em junho!

Abraço
De manu a 22 de Abril de 2009 às 21:17
Espere só pelo nosso sol de verão e depois você me diz alguma coisa

Comentar post

.mais sobre mim

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub