Quarta-feira, 15 de Outubro de 2008

Para uma poetisa(2008)

De uma janela virtual

Por onde ninguém se vê

Os sonetos de alguém se lê

Torna-se rotina,um ritual

 

Assoma uma discreta poetisa

Na janela da virtude

Com brio e atitude

Toda sua alma exterioriza

 

Cria-se uma adição,um vicio

Mas evita-se o precipício

Viver para ler é fabuloso

 

Cria-se um hábito,uma vontade

De ler tudo e não metade

Porque o todo é mais gostoso

 

Dedico este singelo soneto a poetaporkedeusker, a minha primeira amiga virtual

 

sinto-me: agradecido
sugestões: façam amigos virtuais
publicado por manu às 18:16
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Maria João Brito de Sousa a 17 de Outubro de 2008 às 01:05
Eu já tinha comentado, mas o IE foi-se abaixo...
Eu nem queria acreditar que isto era para mim! Também fui ao outro blog e há lá um post que também fala em mim!
Caramba! Olha que "geração rasca" é a geração dos meus filhos, hein!? eheheheh
De manu a 17 de Outubro de 2008 às 01:28
Este poema é só uma retribuição pela sua disponibilidade para dar atenção a quem acabou de chegar ao mundo da internet.Isso da geração rasca deve-se ao antigo ministro da educação, Roberto Carneiro, que não gostou que nós estudantes dessa época nos tivéssemos manifestado contra as suas medidas.O que lá vai lá vai mas o epíteto ficou.
De Maria João Brito de Sousa a 17 de Outubro de 2008 às 11:11
Hummm... então eu devo ser da geração "desenrascada"... e porque é que me custa tanto a acreditar que tenhas acabado de entrar na blogosfera????
De manu a 17 de Outubro de 2008 às 20:11
Por mais incrível que possa parecer é verdade.Só tenho internet desde 27 setembro.Mesmo o computador, faz por esta altura dois anos que o comprei.Outras prioridades!Se me faço entender.
De Maria João Brito de Sousa a 18 de Outubro de 2008 às 01:10
Pronto! Eu entendo lindamente essa coisa das prioridades... os meus animais e os meus poemas são as minhas prioridades mas, neste momento, também dou muita importância ao meu/vosso portátil.
Abraço!

Comentar post

.mais sobre mim

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub