Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

Não há... (2009)

Não há poeta no universo

que escreva um só verso

sem o sentir de verdade

cada um escreve o que sente

um poeta nunca mente

nem tem essa necessidade

 

Nunca houve poesia atroz

só poetas com a sua voz

a clamar meros sentimentos

os poetas são a razão

mesmo vivendo em turbilhão

e sofrendo vários tormentos

 

Nunca existiram poetas felizes

todos cometeram deslizes

não há um que seja puro

os poetas são diferentes

boémios, sóbrios, indigentes

do mais douto ao mais obscuro

 

Não há poetas neste mundo

que falem do seu "EU" profundo

sem ponta de nostalgia

os poetas são milagre

com palavras de vinagre

mas sem poetas não há poesia

 

tags:
publicado por manu às 19:57
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds