Quarta-feira, 5 de Agosto de 2009

Fotografia (2009)

Sempre esquivei de ser fotografado

para a posterioridade ficar gravado

a minha imagem tentei preservar

evitei ser mero boneco em película

com receio de fazer figura ridícula

só aparecia se não pudesse evitar

 

Com o tempo deixei de me esconder

que mal traz ao mundo se aparecer?

que importância tem uma fotografia?

é apenas a imagem daquilo que sou

sei de retratos que alguém fotografou

e entre outros, eu também aparecia

 

Eis que aparecem fotos de um evento

houve quem eternizasse esse momento

lá apareço eu, mesmo sendo figurante

apanhado numa conversa agradável

vejo-me com um ar muito saudável

mesmo secundário pareço importante

 

E essas fotos trazem boas recordações

encontro de amigos, grandes emoções

muita conversa, alegre, sobre poesia

momentos que ficarão para a história

e eternamente guardarei na memória

sem precisar de voltar a ver a fotografia

 

tags:
publicado por manu às 21:27
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De Triskel a 5 de Agosto de 2009 às 21:53
Quero uma... quero uma!!!!!!


beijo

De manu a 5 de Agosto de 2009 às 21:56
Olá Breizh! Então essas férias já acabaram? Bem-vinda de volta. Beijos
De M.Luísa Adães a 6 de Agosto de 2009 às 07:14

E as fotografias com o passar do tempo, se vão amontoando e são tão inúteis que tarde ou cedo,
se deitam fora e não fazem história.
Ou fazem? Será que me engano? Talvez...

Mas prefiro a memória!

Maria Luísa
De manu a 6 de Agosto de 2009 às 10:23
Olá Maria Luisa! Bem-vinda a este humilde espaço de poesia, onde a presença de grandes poetas e poetisas como você só pode engrandecer. É uma honra ter aqui comentários seus.
As fotografias são apenas instantes gravados, sem vida, mas a memória que têm acoplada acaba por ser importante. Pelo menos as fotografias têm o condão de nos avivar a memória.
Obrigado pela sua visita e pelo comentário. Abraço.
De M.Luísa Adães a 6 de Agosto de 2009 às 11:01
Já me conhecia? Me parece que sim, ou talvez não.
Agradeço e me honra a forma, como fui recebida.
Grata fiquei!

Então às fotografias, eu dou lugar primeiro à minha
memória.
Elas recordam, por vezes, sofrimento.
A minha memória só fixa o que ama - o resto... esquece!
Na foto, fica o que deu alegria, outras vezes tristeza.

Interessa a tristeza? Digo "Bom Dia Tristeza"?
Não digo!... Então fica a memória, até um dia se perder.

Por isso o meu amigo diz:

"Eternamente guardarei na memória"...

Com ternura,

maria Luísa



De manu a 6 de Agosto de 2009 às 11:18
Conheço perfeitamente a sua poesia e prosa poética, desde há muito a esta parte, através de amigos que nos são comuns.
Acho que tem razão em dar mais importância à memória, mesmo que seja fotográfica. Mas também tem de concordar que por vezes faz falta um estímulo (fotografia) para nos avivar a memória.
Sendo certo que a fotografia é apenas um momento parado e sem vida, pode ser através desse registo que nos surgem memórias de algo esquecido, quiça, um momento feliz.
"Eternamente guardarei na memória/sem precisar de voltar a ver a fotografia"
Abraço grande
De M.Luísa Adães a 6 de Agosto de 2009 às 19:30
Sabe que com o correr dos anos a fotografia, para
mim, me desagrada.
Mas é um problema meu e nada
tem com o gosto simpático de fotografar para
recordar.
Na minha familia se faz muita fotografia e através dela
eu vou vendo a minha neta crescer (tem 18 meses);
há cerca de um mês estuve no Brasil, mas eles continuam a mandar fotos de todos os momentos.
Há quem goste de fotografar e faça disso um desporto.

Não contesto! Mas me refiro a fotos dos que partiram e não voltam e isso, ficou no meu coração e na minha memória. não quero ver a fotografia, deixa-me
triste, nostálgica, saudosa e não posso saír desse estado de Alma, com um golpe de magia.

Falamos de fotografia, mas em planos diferentes...

Por essa razão, eu prefiro a memória :

"Eternamente guardarei na memória"

Com amizade,

Mª. Luísa
De manu a 6 de Agosto de 2009 às 21:16
Compreendo perfeitamente onde quer chegar. Também eu tenho fotos que me deixam triste e por isso as evito. Nada mais saudável que as memórias felizes. Abraço grande

Comentar post

.mais sobre mim

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds