Quarta-feira, 26 de Agosto de 2009

O meu mundo (2009)

O meu mundo desmorona-se peça por peça

para além de mim, não há quem o impeça

eu não tenho vontade nenhuma de impedir

se tudo em volta ruir, ficam os escombros

aproveito e sacudo todo o peso dos ombros

não sobrará um grão de poeira por sacudir

 

Meu mundo desmorona-se neste momento

sinceramente eu digo que não o lamento

pouco do que tenho me poderá fazer falta

apenas quero guardar os livros de poesia

somente eles me deram motivos de alegria

e com eles quero poder regressar à ribalta

 

Meu mundo desmorona-se a cada instante

não tenho pena, não era nada de relevante

apenas uma vida que caminhava no vazio

vou começar tudo de novo, tudo do zero

ser egoísta e refazer as coisas como quero

reconstruindo de acordo com o meu feitio

 

tags:
publicado por manu às 18:00
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Licença poética - convite

. Vida (inédito)

. Incansável

. Parei o tempo

. Ad aeternum

. Convite a todos os que qu...

. Diz-me (2010)

. És aquela que mais amo - ...

. 2 ANOS

. Sê apenas criança (2010)

.arquivos

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.pesquisar

 

.links

.mais comentados

38 comentários
36 comentários
32 comentários
28 comentários
24 comentários
22 comentários
22 comentários
21 comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub